Sindicato dos cemitérios pede prioridade na vacinação

Por dia, pelo menos 17 fábricas fecharam as portas nos últimos cinco anos
Negar a vacina é suicídio e homicídio

Fernanda Guimarães

17 de janeiro de 2021 | 13h18

Foto: Andrey Rudakov/Bloomberg via Washington Post

De olho no que ocorreu em países que já iniciaram a vacinação contra a covid-19, como Estados Unidos e Reino Unido, o Sindicato de Cemitérios e Crematórios (Sincep) está liderando uma iniciativa para garantir que todos os trabalhadores desse setor entrem na lista de prioridade da vacinação. Um ofício acaba de ser protocolado na Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e está seguindo o mesmo trâmite nos órgãos competentes de outros estados do País. O setor emprega cerca de 40 mil pessoas no Brasil.

Risco. Segundo a presidente do Sincep, Gisela Adissi, os profissionais do setor são o último elo da cadeia sanitária e estão muito expostos ao vírus. Nove entidades do setor aderiram à iniciativa do Sincep. O Ministério da Saúde prometeu o início das vacinações no Brasil para o dia 20.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp