Para menor índice desde agosto de 2010

Oportunidade para técnico em química
Veja orientações para o consumidor

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que é o índice oficial da inflação, ficou em 0,08% em junho, de acordo com dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta-feira (6).

O resultado é o menor desde agosto de 2010, quando o IPCA havia ficado em 0,04%. Em maio, a taxa havia sido de 0,36%. De janeiro a junho, a inflação acumula alta de 2,32%.

Com esse resultado, o IPCA dos últimos 12 meses ficou em 4,92%. Esta é a menor taxa desde setembro de 2010 (4,70%).

A forte desaceleração de maio para junho decorreu principalmente por conta da deflação do grupo transporte (-1,18%).

O resultado foi influenciado especialmente pela queda de 5,48% nos preços dos automóveis novos, que ocorreu após a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

Com os novos em queda, os carros usados também caíram de preço (-4,12%). Ainda no grupo transporte registraram redução o álcool (-1,24%) e gasolina (-0,41%).

Também contribuíram para a freada da inflação a queda do preço da energia elétrica (-0,67%) e dos eletrodomésticos (-1,2%).

A menor pressão dos artigos de vestuários (0,39%) e dos remédios (0,05%) foram outros fatores que ajudaram a conter a inflação.

O grupo alimentação registrou alta de 0,68% em junho, pouco abaixo da taxa de 0,73% em maio. A pequena desaceleração se deveu à queda dos preços do feijão (-1,63%).

Fonte: PEDRO SOARES/ DO RIO

Os comentários estão encerrados.

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp