Nova resolução do Conselho Federal de Medicina dispõe sobre a interdição ética total ou parcial

Cortador de cana tem indenização maior no TST por falta de acesso a banheiro
Focus: mercado eleva projeção para IPCA em 2014

DoctorTrabalho dos médicos poderá sofrer interdição por falta de condições mínimas de segurança.O Conselho Regional de Medicina, por meio de interdição ética do trabalho do médico, poderá proibir o profissional de exercer seu trabalho em estabelecimentos de assistência médica e hospitalização, por falta de condições mínimas para a segurança do ato médico, assim considerados, entre outros requisitos: edificações com salubridade, equipamentos em condições de funcionamento, infraestrutura, insumos e recursos humanos treinados e qualificados.

Confira abaixo a Resolução CFM nº 2.062, de 29.11.2013  que dispõe sobre a interdição ética, total ou parcial, do exercício ético – profissional do trabalho dos médicos em estabelecimentos de assistência médica ou hospitalização de qualquer natureza, quer pessoas jurídicas ou consultórios privados, quando não apresentarem as condições exigidas como mínimas na Resolução CFM nº 2.056/13 e demais legislações pertinentes.

  Íntegra da Resolução CFM nº 2.062/2013: clique Aqui

  Fonte: Diário Oficial da União

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp