Miguel Torres assume direção da Força Sindical

STF reconhece prazo de dez anos para revisão de benefícios do INSS anteriores a MP de 1997
Centrais voltam às ruas para cobrar fim do fator previdenciário

MIGUEL TORRESSão Paulo – A Força Sindical tem novo presidente. É o metalúrgico Miguel Torres, 55 anos, presidente do sindicato da categoria na capital paulista e da confederação nacional (CNTM) ligada à central. Ele vai substituir por tempo indeterminado o deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, que pediu licença para se dedicar à organização do Solidariedade, partido recém-formado. Desde 1999 no comando da Força, Paulinho foi reeleito em julho.

“Vamos continuar nossa luta pela redução dos juros, correção da tabela do IR, redução da jornada de trabalho, pelo fim da rotatividade no trabalho e das terceirizações”, afirmou Miguel, na presidência do sindicato desde 2008 e no comando da CNTM há dois anos. Ele também é um dos vices da Força. Foi coordenador da campanha de Paulinho à prefeitura de São Paulo em 2006.

Será o terceiro presidente da central, fundada em março de 1991. Todos saíram do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes: Luiz Antônio de Medeiros (atual superintendente regional do Trabalho e Emprego em São Paulo), Paulinho e Miguel Torres.

Foto: Paulo Segura/Metalúrgicos SP

Os comentários estão encerrados.

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp