Metalúrgico Sérgio Nobre é o novo presidente da CUT

Prêmio Nobel da Paz 2019 vai para primeiro-ministro da Etiópia
TST decide suspender processos sobre validade de norma coletiva

Chapa única eleita por aclamação no 13º Congresso da CUT terá ainda trabalhadora rural Carmen Foro como secretária-geral

O metalúrgico Sérgio Nobre, paulistano, 54 anos, foi escolhido na tarde desta quinta-feira (10) para a presidência da CUT nos próximos quatro anos. Atual secretário-geral, ele encabeça a chapa única inscrita no 13º Concut, o congresso nacional da central, em Praia Grande, litoral paulista.

A secretária-geral será Carmen Foro, atual vice, do setor rural.Nos dois últimos mandatos, a presidência foi ocupada pelo bancário Vagner Freitas, que sucedeu o eletricitário Artur Henrique. Antes dele, o também metalúrgico Luiz Marinho estava no cargo, até assumir um ministério no governo Lula, em 2005. Vagner Freitas será agora o vice-presidente da central.

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a campanha por sua liberdade foram temas presentes durante os quatro dias do congresso. A central também discute alternativas para fortalecer as entidades sindicais em tempos de ataque a direitos e sob um governo hostil a movimentos sociais.

Nascido em março em 1965 em São Paulo, Sérgio Nobre mora há mais de 35 anos em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Tornou-se metalúrgico em 1980, como aprendiz do Senai na Scania, também em São Bernardo. Seis anos depois, ingressou na Mercedes-Benz. Ali, foi integrante da Cipa e da Comissão de Fábrica, que também coordenou.

Diretor do Sindicato dos Metalúrgicos, elegeu-se presidente em 2008 e foi reeleito em 2011. Na CUT, tornou-se secretário-geral. Ele é um dos 38 sócios-fundadores do Instituto Lula.

Sérgio Nobre é palmeirense, assim como dois ex-presidentes da CUT: Jair Meneguelli e Artur Henrique. É casado e tem dois filhos. Graduou-se em Relações Internacionais pela Fundação Santo André em 2009.

Fonte: Rede Brasil Atual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp