Índice de preços ao consumidor acumula alta no ano

Os possíveis crimes listados para o “super impeachment” de Bolsonaro
PPP: O que é e como conseguir o Perfil Profissiográfico Previdenciário

Inflação pelo IPC-S varia 0,64% e acumula alta de 8,29% nos últimos 12 meses

Foto: Arquivo

IPC-S da quarta quadrissemana de junho de 2021 subiu 0,64% e acumula alta de 8,29% nos últimos 12 meses.

Nesta apuração, quatro das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição partiu do grupo Educação, Leitura e Recreação (-0,65% para 1,15%). Nesta classe de despesa, cabe mencionar o comportamento do item passagem aérea, cuja taxa passou de -6,72% para 12,47%.

Também registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos: Saúde e Cuidados Pessoais (0,11% para 0,20%), Alimentação (0,31% para 0,34%) e Comunicação (-0,04% para 0,02%). Nestas classes de despesa, vale destacar o comportamento dos itens: artigos de higiene e cuidado pessoal (-1,21% para -0,71%), frutas (-4,85% para -3,29%) e mensalidade para internet (-0,56% para -0,32%).

Em contrapartida, os grupos Transportes (1,44% para 1,04%), Habitação (1,04% para 0,89%), Vestuário (0,48% para 0,41%) e Despesas Diversas (0,29% para 0,24%) apresentaram recuo em suas taxas de variação. Nestas classes de despesa, vale citar os itens: gasolina (2,73% para 1,89%), tarifa de eletricidade residencial (3,03% para 2,09%), calçados infantis (0,85% para 0,01%) e alimentos para animais domésticos (2,75% para 2,03%).

A próxima apuração do IPC-S, com dados coletados até o dia 07.07.2021 será divulgado no dia 08.07.2021.

Fonte: Ibre FGV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp