Governo diz que abastecimento está normalizado; preço do diesel será fiscalizado

Reforma Trabalhista: governo está inconformado com inclusão do Brasil em lista da OIT
Seis meses após reforma trabalhista, arrecadação de sindicatos desaba 88%

No Palácio do Planalto, o grupo de monitoramento criado para avaliar a greve dos caminhoneiros teve mais uma reunião nesta última segunda-feira (4/6). O ministro Sérgio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional, afirmou que o abastecimento foi normalizado e não há mais problemas de segurança nas estradas.

Nesta segunda-feira terminou o prazo de vigência do decreto de Garantia da Lei e da Ordem, que permitiu o emprego das Forças Armadas nas estradas brasileiras.

Agora, o ministro Etchegoyen explicou que o governo agora vai priorizar a fiscalização nos postos para garantir a redução no preço do diesel e vai priorizar também as negociações no Congresso para aprovação das medidas provisórias que permitiram o acordo com os caminhoneiros.

Sobre a falta de gás de cozinha em alguns locais, o ministro Etchegoyen argumenta que o produto já está nas distribuidoras. Mais cedo, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, três caminhões estavam estacionados do lado de fora do estádio, na tentativa de organizar uma nova paralisação.

É que lideranças da categoria, insatisfeitas com o fim das mobilizações, querem ressuscitar o movimento em Brasília. No domingo, chegou a 15 o número de caminhões em frente ao estádio.

Fonte: EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp