Frentistas protestam contra os baixos salários e marcam novas manifestações na Baixada e em Niterói

Centrais lançam nota sobre terceirização: regular sem precarizar
MPT vê irregularidade em contratação de cubanos pelo Mais Médicos

protesto frentistaOs trabalhadores dos postos de combustíveis do Sul Fluminense realizaram, nesta sexta-feira (16/8), uma carreata pelos municípios de Volta Redonda e Barra Mansa. Eles exigem a reabertura das negociações salariais 2013 suspensas há três meses.

 A categoria, com data-base em junho, reivindica piso salarial de R$ 926, sem o adicional de periculosidade, ticket refeição de R$15, participação nos lucros e resultados (PLR) no valor de um salário do frentista e cesta alimentação no valor de R$ 120. Os patrões, no entanto, oferecem apenas 6,95% de aumento (INPC acumulado no período).

A manifestação dá continuidade aos protestos iniciados no interior do estado nesta semana. Na última segunda-feira (12), os frentistas de Nova Friburgo foram às ruas pedir aumento salarial e, na quarta-feira, foi a vez dos trabalhadores de Campos dos Goytacazes se manifestarem. Na próxima semana, o SINPOSPETRO-RJ realiza manifestações na Baixada Fluminense e em Niterói.

Segundo o presidente do sindicato, Eusébio Pinto os 20 mil trabalhadores poderão entrar em greve, caso as negociações não sejam retomadas. Eusébio Neto diz que antes de partir para os protestos, o sindicato seguiu todos os trâmites legais agendando reuniões na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Rio e no Ministério Público do Trabalho, mas o SINDESTADO (Sindicato Patronal) não compareceu aos encontros.  Assessoria de Imprensa Sinpospetro-RJ

 Confira o calendário com as próximas manifestações:
20/08 – Manifestação na Baixada – 8h – Posto Lord Rodrigo – Av Marechal Floriano, n° 792 / 793 –  25 de agosto – Centro de Caxias.
23/08 – Manifestação em Niterói – 8h – Posto BR Marclau – Rodovia BR 101 – S/N – Neves – São Gonçalo(Próximo ao Carrefour e Mc Donald da BR 101)
Fonte: Sinpospetro-rj

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp