Frentistas aprovam criação de Sindicato da categoria de Niterói e Região

Tribunal Superior do Trabalho aprova duas novas súmulas
Cartilha: A nova Previdência dos Servidores

sindifrentistas2Com entusiasmo e esperança os trabalhadores dos postos de combustíveis do estado aprovaram na tarde de 10 de dezembro a criação do Sindicato de Niterói e Região. A nova entidade vai representar cerca de 7 mil trabalhadores em 13 municípios do estado do Rio de Janeiro. A fundação do Sindicato, seu estatuto e a eleição da Diretoria foram aprovados por unanimidade, em assembleia, no auditório da Federação dos Metalúrgicos de Niterói. O novo sindicato faz parte da política administrativa do SINPOSPETRO-RJ de descentralizar ações, se estabelecendo em diversas regiões para melhor atender os trabalhadores.

 O novo Sindicato terá à frente da Diretoria dois fundadores do SINPOSPETRO-RJ. Alexsandro dos Santos Silva, o Alex, será o presidente, e Maurício Oliveira Queiroz, o responsável pela organização e estruturação da entidade. Duas mulheres, Renata Lucas dos Santos Silva (São Gonçalo) e Maria da Paz Gomes Araújo, frentista atuante na cidade de Niterói, também fazem parte do grupo, bem como Luiz Henrique de Brito Pinto, Lucas Barbosa dos Santos (ambos de São Gonçalo), Sebastião Sandro Ubirajara da Silva (Petrópolis), Ivanildo de Almeida Albuquerque( Niterói) e Luiz Carlos Gomes de Azevedo (Itaboraí).

A nova entidade vai representar os municípios de Niterói, São Gonçalo, Maricá, Saquarema, Araruama, Iguaba Grande, Cachoeiras de Macacu, Guapimirim, Itaboraí, Magé, Petrópolis, Tanguá e Teresópolis. A assembleia de fundação foi comandada pelo presidente do Sindicato dos Frentistas do Espírito Santo e Secretário de Comunicação da Federação Nacional dos Frentistas (Fenespospetro), Wellington Bezerra. Em seu discurso, ele destacou que o desmembramento do SINPOSPETRO-RJ torna a entidade ainda mais forte. “Não há uma separação e sim a união de todos os trabalhadores”, completou.

O presidente do SINPOSPETRO-RJ, Eusébio Pinto Neto, parabenizou e desejou sucesso à Diretoria do novo Sindicato. Ele disse que a divisão da base mostra a preocupação que sempre teve com os trabalhadores, desde a fundação do SINPOSPETRO-RJ, em abril de 2005. “O desmembramento demonstra capacidade de organização da categoria e nossa meta é trazer o Sindicato cada vez para mais perto do trabalhador, dando continuidade na concretização do projeto Frentistas na Linha de Frente”, ressaltou.

sindifrentistas1Eusébio Neto lembrou que esse processo de desmembramento teve início em janeiro de 2010, quando foi fundado o Sindicato dos Trabalhadores de Postos de Combustíveis de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense e que todas as entidades compartilham o objetivo de organizar e defender os direitos dos trabalhadores, semente de estruturação e libertação plantada com a fundação do 1º Sindicato dos Frentistas do país, em 4 de março de 1990, em São Paulo.

Já Alex Silva agradeceu o apoio recebido do presidente do SINPOSPETRO-RJ, Eusébio Neto, e do diretor Isaías Albuquerque. Ele se comprometeu a conscientizar seus colegas de trabalho para que a categoria tenha claro o seu papel na sociedade. “Como dirigentes sindicais, somos agentes de transformação social e temos a responsabilidade de despertar os trabalhadores para a luta por melhores salários e direitos sociais. O Sindicato só se torna forte e combativo com a participação dos trabalhadores”, defendeu o presidente do SINPOSPETRO Niterói.

Alex Silva disse que o SINPOSPETRO-RJ investiu e organizou a subsede em Niterói, que cresceu tanto a ponto de tornar-se um novo Sindicato. “Nossa luta será ininterrupta em prol dos trabalhadores. Vamos trabalhar para que todos se unam ao Sindicato, na busca para avançar cada vez mais em melhores condições de trabalho”, enfatizou.

Também estiveram presentes à assembleia de fundação do Sindicato dos Frentistas de Niterói e Região, o presidente da Força Sindical do Rio de Janeiro, Francisco Dal Prá; o conselheiro da Central e dirigente da Federação dos Metalúrgicos do RJ, Sérgio Barbosa; o Secretário de Comunicação da Força-RJ, Marcelo Peres; a Secretária da Mulher da Força Rio, Maria Aparecida Evaristo da Silva, também diretora do SINPOSPETRO-RJ; Bartolomeu França, da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB); o presidente do Sinpospetro-Campos, Valdeci Guimarães; os diretores do SINPOSPETRO-RJ José dos Santos Soares Silva e Edvaldo de Melo; Jalcedo Francisco Moreira, do Sindicato dos Frentistas de São José dos Campos (SP); diretores do Sindicato dos Químicos de Nova Iguaçu e do Sindicato dos Frentistas de São Paulo e a pesquisadora do INCA, Mariane Tabalipa.

 Fonte: Assessoria de Imprensa SINPOSPETRO-RJ

 

Os comentários estão encerrados.

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp