Febraban recomenda atenção com e-mails de procedência desconhecida

Número de pedidos de falência aumenta 15,5% em setembro, aponta Serasa
Acesso de mulheres entre 50 e 69 anos ao exame de mamografia pelo SUS aumenta 37%

AgenciaBrasil030812_ANT8597Brasília – A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) alerta os usuários de serviços bancários da necessidade de absoluto cuidado sobre e-mails não solicitados ou de procedência desconhecida; especialmente se tiverem arquivos anexados, pois existe sempre o risco de conterem vírus ou “cavalo de troia” para captar dados da conta-corrente e senha dos usuários.

A recomendação faz parte da cartilha de segurança que a Febraban divulga para toda a rede bancária, com orientações aos usuários, por causa das inovações nas fraudes cibernéticas, principalmente neste período de greve dos bancários. A greve teve início no dia 19 de setembro.

A Febraban aconselha os correntistas a deletar os e-mails de fonte duvidosa e a tomar cuidado especialmente com arquivos e endereços obtidos em salas de bate-papo, conhecidas como chats. Nesses casos, não se deve executar programas ou abrir arquivos sem verificar se a operação é segura. É preciso usar sistema antivírus atualizado, mesmo que o conteúdo seja criado e enviado por pessoa confiável, pois o remetente pode não ter se dado conta do risco.

Além de os bancos não enviarem e-mails para os correntistas com qualquer tipo de pedido de atualização, eles chamam a atenção também para os spams (e-mails de corrente) com facilidades promocionais, propaganda enganosa, curiosidades, mensagens de amizade e religiosas, sempre orientando o reenvio para outros contatos . De acordo com a Febraban, esse tipo de mensagem também é muito usado para propagar vírus e “cavalo de troia”.

Para quem faz transações financeiras pela internet, a Febraban ressalta que é necessário conhecer os riscos existentes e adotar medidas preventivas para evitá-los, como manter um antivírus atualizado no computador, trocar a senha de acesso ao banco periodicamente e só usar equipamento efetivamente confiável. Outra recomendação é não fazer transações em equipamentos públicos ou desconhecidos.

Foto e Matéria: Agência Brasil

Os comentários estão encerrados.

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp