Cubo Itaú vai contratar 160 desenvolvedores para startups do hub

As oportunidades na Educação em tempos de pandemia
Ministério Público do Amazonas pede que Justiça decrete lockdown em Manaus

Programa Cubo For Devs está com inscrições abertas; processo de contratação online começa com lives no dia 13 de maio e vai até 2 de junho

Redação

06 de maio de 2020 | 08h11

Durante o período de isolamento social causado pelo novo coronavírus, muitas empresas buscam conter custos. Algumas delas congelaram processos seletivos abertos e demitiram funcionários, mas existem aquelas que continuam contratando e usam a tecnologia como a maior aliada nesse processo.

Uma das iniciativas de contratação neste momento é a Cubo For Devs, um programa lançado no fim de 2019 pelo Cubo Itaú que tem o objetivo de aproximar a comunidade de desenvolvedores ao universo do ecossistema de inovação. O projeto está com inscrições abertas para sua segunda edição, com mais 160 vagas de trabalho disponíveis nas startups que fazem parte do hub.

O movimento é chamado de #TechTalents, uma iniciativa de recrutamento e seleção realizada em parceria com a Gama Academy. O processo seletivo possui fases de encontros, eventos, conteúdos para capacitação e, por fim, a contratação – a última etapa. Todos os passos ocorrerão de forma online, já que por força do isolamento social o Cubo Itaú segue vazio, com todos os profissionais trabalhando de home office.

As inscrições estão abertas para profissionais de todo o País e os testes podem ser realizados até dia 28 de maio pelo site do Cubo For Devs. As empresas que estão com vagas abertas são de diferentes áreas de atuação, de RH a educação: Abstartups, B2Blue, Cosmobots, Dootax, Eskolare, Eunerd, Guiando, Manipulaê, Mol, Pin People, Quatro Logística 4.0, Revex e Talent Academy.

Espaço do Cubo Itaú, em São Paulo, vazio por força da quarentena do coronavírus e com profissionais todos trabalhando em home office. Foto: Daniel Teixeira/Estadão


As vagas são para profissionais de front-end, back-end, full-stack e cientistas de dados, e incluem desde estágios a vagas para profissionais com mais de cinco anos de experiência. As ofertas de trabalho variam entre vagas remotas, presenciais em São Paulo (quando encerrado o período de quarentena do coronavírus) e também para fora da cidade.

Os próximos passos após a inscrição são três lives com conteúdos para os candidatos no processo seletivo, que vão ocorrer nos dias 13, 20 e 27 de maio, abordando temas como as principais técnicas necessárias de um programador diante das exigências do mercado de trabalho e como prezar pela qualidade da área no mercado de trabalho com a demanda de desenvolvedores em alta. Após as lives, haverá uma feira de contratações online e as entrevistas no dia 2 de junho.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp