Coronavírus faz Itália deixar 16 milhões de pessoas em quarentena

Preços do petróleo despencam 20% e têm maior queda desde 1991
Justiça do Trabalho declara pontos da MP do Verde Amarelo inconstitucionais
bandeira-Italia-min-696x392Foto: reprodução/divulgação

A Itália decretou neste domingo (08), quarentena obrigatória na região da Lombardia e em 14 províncias do norte por causa do coronavírus (Covid-19). A medida atinge cidades como Milão, Veneza e cerca de 16 milhões de pessoas, cerca de um quarto da população local.

O ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) estima que entre 70 mil e 90 mil brasileiros vivam na área isolada. O bloqueio, previsto para durar até 3 de abril, é a medida mais drástica desde a restrição de acesso na região de Wuhan, na China, onde foram registrados os primeiros casos da doença.

Em apenas 24 horas, o número de mortos pelo coronavírus aumentou 57% na Itália, chegando a 366. O total de infectados saltou para 7.375, o que faz o país ser o segundo com mais registros, atrás apenas da China.

Com a quarentena, as pessoas só poderão entrar ou sair da região se provarem motivos de trabalho ou de saúde.

Fonte: https://gazetabrasil.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp