Confira a nota oficial

Rompe com governo
Meta do governo é contratar 3,4 milhões de moradias

Diante da intransigência e insensibilidade do Governo Federal em negociar com a Classe Trabalhadora, a Força Sindical, fará um amplo diálogo com as demais centrais sindicais e movimentos sociais para realizar, em 2013, uma Jornada de Lutas com atos e manifestações por todo o País e a retomada da Marcha dos Trabalhadores em Brasília.

A Jornada de Lutas visa implementar a Pauta Trabalhista, como matéria de interesse de toda a sociedade, direcionada para o desenvolvimento do País e melhor distribuição de renda, como a redução da jornada de trabalho sem redução salarial, o fim do fator previdenciário, uma política de valorização das aposentadorias, aumento para o servidor público, isenção de Imposto de Renda na PLR (Participação nos Lucros e Resultados), entre outros.

Causa-nos estranheza que um governo eleito democraticamente se recuse terminantemente a dialogar com os representantes da classe trabalhadora e trate um importante ator social, que é o movimento sindical, desta forma. Ressaltamos que qualquer projeto de desenvolvimento social e democrático deve incorporar as demandas trabalhistas e sindicais de forma a envolver toda a sociedade em um esforço por uma agenda positiva.

Entendemos que um dos pilares da democracia é o diálogo produtivo, e que o debate de ideias envolvendo todos os representantes organizados só trará benefícios para a sociedade.

Reafirmamos nosso compromisso em defesa dos interesses dos trabalhadores e lamentamos a falta de diálogo e interlocução por parte do Palácio do Planalto que tem se curvado para alguns setores financeiros e virado as costas e até em alguns momentos usado as Forças Armadas contra atos da Classe Trabalhadora.

Direção Nacional da Força Sindical

Os comentários estão encerrados.

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp