Com um terço de MEIs do País, Nubank vê pessoas virando empresas para enfrentar a pandemia

Brasil tem uma demanda reprimida por vacinas
Estresse no home office: 6 sinais de alerta para saúde mental na pandemia

Marcelo Mota

20 de abril de 2021 | 11h00

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Com um terço dos Microempreendedores Individuais registrados no Brasil em dezembro, o Nubank acompanhou de perto a proliferação da categoria na pandemia. Somente em julho, houve um pico de 20,5% na taxa de conversão de pessoas em MEIs, entre seus clientes, na comparação com o mês anterior.

Entre abril e julho, o Nubank viu crescimento de 24,4% nos clientes que se tornaram MEIs, quando comparado com a média do mesmo período de 2019. O banco digital encerrou o ano passado com 3,8 milhões de MEIs em casa.

A análise remonta a 2014, primeiro ano cheio da operação do banco digital. Pelo levantamento, foi possível notar uma correlação direta entre o aumento do desemprego e o surgimento de MEIs.

Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp