Centrais prometem mobilizar milhares por mais salários e menos juros

Indenização trabalhista deve ser incluída na partilha dos bens do casal, decide STJ
Fim do voto secreto pode ser votado em segundo turno no Senado

menos-juros-mais-desenvolvimentoOs representantes das centrais sindicais brasileiras decidiram realizar ato político, que vai ocorrer nesta terça-feira (26), em frente ao Banco Central, em Brasília, contra a alta dos juros. A concentração começa às 10h e o ato político está marcado para começar às 11h.

As centrais, no ato, denunciam a política desenvolvida pelo Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, com sucessivas altas dos juros, o que acarreta perdas irreparáveis para a classe trabalhadora, prejudica a produção e favorece o setor financeiro, que não gera empregos. Foi definido o slogan Menos Juros, Mais Salários,

A expectativa dos organizadores do ato é da presença de pelo menos 5 mil pessoas em Brasília nesta terça-feira expressar mostrar a força da classe trabalhadora unida para mudar a economia do País rumo ao desenvolvimento independente do mercado internacional e para isso contam com a mobilização das estaduais das centrais, assim como dos sindicatos.

 A taxa Selic está em 9,5% atualmente e pode ultrapassar os dois dígitos em breve a continuar nesse ritmo. Por isso, a mobilização das centrais sindicais em mais esse ato unificado.

Reunião do Copom

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central se reúne, na terça e quarta-feira (27), para decidir sobre a taxa básica de juros, hoje em 9,5% ao ano. Será a última do ano. A expectativa é que haja aumento de 0,25%. A ata será divulgada no dia 5 de dezembro.

Os comentários estão encerrados.

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp