Cartilha dos frigoríficos pode ser baixada pela internet

CPI do Trabalho Infantil funcionará por mais 120 dias
Restaurante do Vanor e SindiQuímica-NI assinam convênio e filiado terá 10% de desconto

Capa-cartilha-frigorificos-CNTA-AfinsApós audiência pública sobre precarização do trabalho no setor frigorífico, realizada nessa segunda (10/2), a Confederação  Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA Afins) disponibiliza, a partir desta quarta (11/2), versão digital da Cartilha dos Trabalhadores do Setor Frigorífico para download na internet. Material foi lançado no Senado Federal durante debate sobre a aplicação da Norma Regulamentadora n° 36 do Ministério do Trabalho e Emprego. Criada em abril de 2013 após publicação da NR36, a cartilha já foi lançada nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Minas Gerais e Piauí (entre maio e novembro de 2013). Material pode ser baixado pelo site: www.cntaafins.org.br

Audiência Senado Frigoríficos CNTA Afins (9)A NR 36 foi discutida desde 2011 por uma comissão tripartite de trabalho (representada por empresários, governo e trabalhadores) e aborda novas condições de trabalho nas indústrias de carne (gado, suínos, aves e outros animais de abate). Entre as principais mudanças que preveem a melhoria das condições de saúde e segurança nas indústrias, estão adaptações estruturais, rodízios de trabalho, concessões de pausas térmicas e ergonômicas, e a adoção obrigatória de Equipamentos de Proteção Individual. A NR36 está em vigor desde outubro, após seis meses da publicação no Diário Oficial da União, ocorrida no dia 19 de abril de 2013. Itens como intervenções estruturais e alterações nas instalações das empresas são exceções no período de adequação das empresas, sendo de 12 e 24 meses, respectivamente.

Segundo Artur Bueno de Camargo, presidente da CNTA Afins, a obrigação exigida pela NR 36 significa uma ferramenta a mais de combate à precarização do trabalho. No entanto, é preciso fiscalização permanente. Em 2011, a entidade chegou a realizar uma manifestação nacional em frente à sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI) para reivindicar melhores condições de trabalho e salários para os trabalhadores do setor. Durante audiência no Senado, representante nacional dos trabalhadores do setor não descartou possibilidade de novas manifestações e campanha de boicote às empresas denunciadas por más condições de trabalho, e que não estejam cumprindo a NR36.

Atualmente, São Paulo ocupa o primeiro lugar no Brasil com maior número de trabalhadores em frigoríficos, somando mais de 63 mil, seguido pelos Estados do Paraná, com 57 mil, e Rio Grande do Sul, com 52 mil. De acordo com dados do Ministério da Previdência Social (MPAS), entre 2010 e 2012, foram registrados 61.966 acidentes no setor, com 111 mortes no mesmo período. Já o número de auxílios-doença acidentários concedidos entre 2010 e 2012 foi de 8.138. Só em 2013, entre janeiro e outubro, cerca de 2 mil trabalhadores do setor receberam o benefício.

BAIXE AGORA:

Cartilha Frigoríficos 18-06-2013 – Final OK
Portaria n.º 555 (Aprova a NR Frigoríficos)
Perfil Trabalhadores Frigoríficos – Fevereiro 2014

*O exemplar físico da Cartilha será distribuído no restante dos Estados, em encontro da CNTA Afins com sindicatos e federações filiadas, sendo estas, responsáveis pela transmissão do material aos trabalhadores nas bases. Consulte sua entidade!

Mais informações:
– Senado: Precarização do trabalho no setor frigorífico é tema de audiência pública nesta segundahttp://www.cntaafins.org.br/senado-precarizacao-do-trabalho-no-setor-frigorifico-e-tema-de-audiencia-publica-nesta-segunda

– Trabalhadores de frigoríficos defendem boicote a empresas que descumprirem normas de segurançahttp://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2014/02/10/trabalhadores-de-frigorificos-defendem-boicote-a-empresas-que-descumprirem-normas-de-seguranca

– CARTILHA DOS FRIGORÍFICOS PODE SER BAIXADA PELA INTERNET
http://www.cntaafins.org.br/cartilha-dos-frigorificos-pode-ser-baixada-pela-internet

Os comentários estão encerrados.

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp