Borracheiros da Michelin no Rio de Janeiro conquistam redução da jornada de trabalho para 36 horas semanais

TRT bloqueia R$ 900 mil de contas do sindicato dos metroviários de SP
Justiça determina que Caixa renove Certificado do FGTS

ARQUIVOEssa é uma conquista histórica dos trabalhadores e trabalhadoras da empresa Michelin, que nos últimos anos, representados pelo STIABERJ (Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Artefatos de Borracha do Estado do Rio de Janeiro) travaram uma árdua batalha, contra a empresa. A medida também irá contribuir com a implantação de uma nova equipe de trabalhadores na empresa, tendo como cosequencia a abertura de mais de 400 postos de trabalho diretos.

“Essa conquista faz parte de uma árdua luta do Sindicato, pelos direitos e benefícios dos trabalhadores, que ao longo dos últimos anos, enfrentaram uma série de desafios, frente às dificuldades impostas pela empresa, junto a questões de assédio moral, perseguições e ameaças de demissão, por parte da direção da empresa. Mas, finalmente conquistamos essa grande vitória, com a redução da jornada para 36 horas semanais, medida essa que irá contribuir com mais emprego, junto à implantação de uma nova equipe, com a contratação de mais de 400 trabalhadores”, destaca André Luiz da Silva Rocha – presidente do STIABERJ.

“No momento em que todo o movimento sindical concentra esforços para aprovar a lei da redução da jornada de trabalho, sem redução salarial, saudamos os companheiros do setor industrial da borracha do Rio de Janeiro, por essa grande vitória do STIABERJ, referente a implantação da 36 horas semanais, sem perdas salariais, medida essa que serve de referencia na luta de todas entidades sindicais, pela redução jornada, medida essa que irá contribuir essencialmente para o aumento do número de vagas de trabalho, e pelo aumento da qualidade de vida dos trabalhadores” – Sérgio Luiz Leite, Serginho – 1º secretario da Força Sindical e presidente da FEQUIMFAR SP.

“Essa vitória faz parte de toda a nossa constante luta em defesa dos trabalhadores do ramo industrial químico do Rio de Janeiro, por mais respeito e conquistas trabalhistas e sociais, em beneficio a toda sociedade” – Isac Walace – presidente da FERQUIMFAR RJ.

“Referendamos nosso apoio e compromisso com todos os companheiros dos segmentos industriais químicos do Rio de Janeiro, na luta pela redução da jornada de trabalho, sem perdas salariais, em que se pese essa grande conquista do STIABERJ, com a implantação das 36 horas semanais na Michelin” – Antonio Silvan Oliveira – presidente da CNTQ.

“A conquista das 36 horas semanais pelos companheiros do STIABERJ para os funcionários da Michelin é uma vitória de todos nós. Essa é a força dos Químicos em defesa da categoria, em beneficio a classe trabalhadora e a toda sociedade” – Herbert Passos Filho – secretário geral da SNQ.

Fonte: Assessoria de imprensa da Fequimfar/Foto: Arquivo Fequimfar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp