Alta da Selic e do dólar fazem crescer pedidos de falência no país

Previdência informa que não atrasou benefícios
Garis são escoltados durante limpeza das ruas do Rio

dinheiroOs pedidos de falência no país aumentaram 21,8%, em fevereiro , com a soma de 151 processos ante 124 requerimentos protocolados em janeiro, segundo o Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações. Desse total, 77 referem-se a micro e pequenas empresas; 31 a empresas de médio porte e 43 a grandes companhias.

Para os economistas da Serasa Experian, a expansão é consequência do “aumento do custo financeiro para as empresas”. Eles justificam que “as sucessivas elevações da taxa Selic, a alta do dólar e o baixo dinamismo da economia têm prejudicado a saúde financeira das empresas”.

Os dados do indicador revelam ainda que o volume de solicitações para as recuperações judiciais requeridas, na mesma base de comparação, aumentou 6,6% com 65 pedidos em fevereiro, ante 61 em janeiro. A maioria (43) das solicitações foi feita por micro e pequenas empresas. Entre as empresas de médio porte foram 19 solicitações e três, entre as empresas de grande porte.

Os comentários estão encerrados.

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp