2020: PERSPECTIVAS BOAS OU RUINS?

Estamos chegando no fim de 2019 e testemunhamos coisas nesse ano que jamais teríamos a capacidade de imaginar!

Direitos sendo removidos e obrigações também. E o que mais impressiona é justamente o que tem sido destinado a todos os trabalhadores não só da indústria, mas de todo o Brasil.

O fim da contribuição sindical deixou várias classes órfãs de representatividade, e muitos por inocência ou maldade comemoraram isso. E você? Entende realmente o prejuízo disso tudo?

Muitas comemoraram exaustivamente nas redes sociais que era o fim dos sindicatos, como se as classes trabalhadoras representadas por elas não precisassem realmente de tudo o que elas fazem, e geralmente, boa parte de quem comemorou, sequer era funcionário de uma empresa ou indústria que tinha ação sindical.

Tivemos um ano ruim no que se refere a reajustes e vimos claramente que a classe trabalhadora saiu perdendo, diferente dos patrões! Inflação baixa e o governo tenta nos passar a imagem de que tudo está maravilhoso, só que tudo continua ruim. O único beneficiado com essa suposta inflação baixa são os patrões, já que as  negociações coletivas tomam por base o índice da inflação e o resultado é um só: inflação baixa, menos salário no bolso do trabalhador.

QUAIS POSSIBILIDADES EXISTEM PARA O TRABALHADOR?

Os acordos coletivos irão ser revistos para se ajustarem a realidade dos trabalhadores, mas isso tudo é feito por meio do sindicato.

É necessário reconhecer o exaustivo e constante trabalho dos sindicatos e entender que em uma luta por direitos, é o sindicato que vai à mesa do patrão e cobra com todas as forças que direitos sejam mantidos e respeitados! E é essa a função do sindicato: exigir a manutenção de direitos e em parceria com o trabalhador, averiguar
denúncias e estar presente no que for necessário para que o trabalhador não sofra qualquer tipo de agressão na sua condução das atividades laborais.

Se existe algum tipo de benefício para o trabalhador, é por que tem um Sindicato que lutou por isso e fechou sua negociação Coletiva (ACORDO OU CONVENÇÃO). É fundamental a classe trabalhadora ter a consciência de mantermos a contribuição espontânea de um dia de trabalho de cada trabalhador,  mensalidade Associativa  ou taxa negocial, para que a ação dos sindicatos se mantenha forte, porque os sindicatos não possuem outra forma de se manter senão for por meio das contribuições daquele que eles representam.
Nós entendemos e convivemos diariamente com as dificuldades de cada trabalhador e buscamos diariamente novas formas de proporcionar algo justo e real para os companheiros(as) trabalhadores (as).
Trabalho não é só dinheiro, entendemos que trabalho também é: ambiente, condições de locomoção ao trabalho, Direitos respeitados, pausas previstas sendo respeitadas, equipamento de segurança individual disponível, tratamento adequado por conta da chefia e várias outras coisas que constantemente são ignoradas e em algum momento, por fim o trabalhador se sente intimidado em cobrar tais coisas com medo de ser demitido, e é nessa hora que nosso trabalho é visto! Porque é justamente o nosso trabalho que atende pessoas que perdem seus direitos diariamente.

A PALAVRA PARA 2020 É…

PARCERIA! Sem essa atitude iremos assistir a cada dia a as pessoas trabalhando sem sequer conseguir sustentar sua casa, e para isso precisamos andar juntos, sempre mantendo o diálogo, participando das assembleias, apresentando novas propostas, sendo firmes quando o momento e exigir e acima de tudo batalhar para levarmos com dignidade todos os dias o pão para nossa família! Vamos caminhar com essa parceria em 2020 e certamente, fortes e unidos, não seremos derrubados.

Sindicalize-se
Falar pelo WhatsApp
Enviar via WhatsApp